I CONCURSO NACIONAL DE PIANO DA ESCOLA DE MÚSICA VILLA-LOBOS

Sucesso do Concurso revela a paixão de diversos jovens do país pelo piano

A Escola de Música Villa-Lobos, um espaço da Secretaria de Estado de Cultura / FUNARJ, com apoio da Rádio Roquette Pinto, realizou seu I Concurso Nacional de Piano nos dias 25, 26 e 27 de julho, no Auditório Guerra-Peixe, com entrada franca e aberta ao público. As apresentações ocorreram pela manhã e tarde.

O I Concurso Nacional de Piano da Escola de Música Villa-Lobos fez da cidade do Rio de Janeiro vitrine de novos pianistas com carreiras promissoras de diversos estados brasileiros. O objetivo maior foi alcançado: enriquecer o movimento cultural na sociedade, proporcionando o intercâmbio entre alunos e profissionais da música, e a descoberta de novos talentos e incentivo aos já existentes. Foram 57 inscritos, divididos em cinco turnos conforme faixas etárias: de 5 a 9 anos (1o turno), de 10 a 12 anos (2o turno), de 13 a 15 anos (3o turno), de 16 a 18 anos (4o turno), e de 19 a 25 anos (5o turno).

O presidente da comissão julgadora, o ilustre pianista Miguel Proença, em conjunto com a jurada Maria Teresa Soares, decidiu oferecer um novo prêmio no concurso aos melhores pianistas do 5º turno pela desenvoltura que demonstraram no palco. O “Prêmio Guiomar Novaes” foi concedido aos pianistas Gabriel de Oliveira Ferreira, de Belo Horizonte (MG), e Suellio Brendo dos Santos Almeida, do Rio de Janeiro (RJ). Os dois foram convidados para realizarem um concerto na Sala Guimar Novaes, anexa à Sala Cecília Meireles, e ainda receberam, cada um, um prêmio de R$ 1.000,00.

VENCEDORES

1º Turno:

1º lugar: Lanxin Zhong (Professora: Linda Bustani. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
2º lugar: Isaque Alves da Silva (Professora: Patrícia Mol. Cidade: Belford Roxo – RJ)
3º lugar: Iuri da Silveira (Projeto Pianistas Aldeenses. Professora: Noemi Garios. Cidade: São Pedro da Aldeia – RJ)

2º Turno:

1º lugar: Salvatore Fabrizio Maria Veras D´itria (Escola de Música Villa-Lobos. Professora: Valéria Bertoche. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
2º lugar: Nicole de Almeida Adler (Escola de Música Villa-Lobos. Professora: Fernanda Canaud. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
2º lugar: Eduarda Reis Mota (Escola de Música Villa-Lobos. Professora: Valéria Bertoche. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
3º lugar: Bianca Fiorella Pari Loaiza (Escola de Música Villa-Lobos. Professora: Ana Gabriela Samel. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)

3º Turno:

1º lugar: Jordan Alexander Gomes Pereira (Professora: Júnia Canton. Cidade: Ipatinga – MG)
2º lugar: Ingrid Rodrigues Iemura (EMESP – Tom Jobim. Professor: Luiz Guilherme Pozzi. São Paulo -SP)
3º lugar: Vinícius Bispo Leandro (Instituto Villa-Lobos de Adamantina. Professora: Rita. Cidade: Lucélia – SP)
Melhor peça de livre escolha: Jordan Alexander Gomes Pereira
Menções honrosas: Erickson Coutinho (Escola de Música Villa-Lobos. Professora: Valéria Bertoche. Cidade: Rio de Janeiro – RJ) e Giovana Iorio Alves (Escola de Música Villa-Lobos. Professora: Nely de Alencar. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)

4º Turno:

1º lugar: Pedro Blundi D´Avila (UFRJ. Professor: Ronal Xavier Silveira. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
2º lugar: Jenifer Alexandra Gomes Pereira (Professora: Júnia Canton. Cidade: Ipatinga – MG)
3º lugar: Thiago Rodrigo Ferreira Alves (Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
Melhor peça brasileira: Jenifer Alexandra Gomes Pereira
Melhor peça clássica: Pedro Blundi D´Avila

5º Turno:

1º lugar: Gabriel de Oliveira Ferreira (UFMG. Professor: Miguel Rosselini. Cidade: Belo Horizonte – MG)
1º lugar: Suellio Brendo Santos Almeida (UFRJ. Professor: Ronal Xavier Silveira. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
2º lugar: Pedro Flores de Souza e Silva (UFRJ. Professor: Mirian Grosman. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
3º lugar: Stefano D´Angelo de Amorim Villas Boas Bravo (UFRJ. Professor: Marcelo Verzoni. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
3º lugar: Henrique Peixoto Rabelo (UNI-Rio. Professora: Érika Ribeiro. Cidade: Rio de Janeiro – RJ)
Prêmio Guiomar Novaes: Gabriel de Oliveira Ferreira e Suellio Brendo Santos Almeida
Menções: Amanda Kohn Soares (UFRJ. Professor: Ronal Xavier Silveira. Cidade: Rio de Janeiro – RJ), Gabriel França de Oliveira (UNI-Rio. Professores: Cláudio Dauelsberg e Linda Bustani) e Felipe Olivé Novelino (UNI-Rio. Professor: Cláudio Dauelsberg)
Prêmio estímulo: Raminson dos Santos do Carmo (UNI-Rio. Professora: Maria Teresa Madeira. Cidade: Rio de Janeiro-RJ) e Thiago Leme Marconato (Invencione Produções Musicais. Professora: Ana Paula Miqueletti. Cidade: Londrina – PR).

 

 

COMISSÃO JULGADORA

A realização do Concurso proporcionou aos participantes o desejo de alcançar metas mais avançadas pelo contato com músicos e jurados mais experientes. Todos os candidatos fizeram sua apresentação diante de grandes nomes do piano brasileiro, num encontro de gerações de representantes do instrumento: Miguel Proença, Luiz Senise, Marcilda Clis, Maria Tereza Soares e Marina Spoladore (perfis abaixo). Os nomes representam grandes instituições de ensino no país, Miguel e Marcilda formaram diversos pianistas e lecionaram na Escola de Música Villa-Lobos; Luiz Senise, representando a UFRJ; Maria Tereza Soares, representando o Conservatório Brasileiro de Música, e Marina Spoladore, representando a UNI-Rio.

Os candidatos executaram em suas apresentações uma peça barroca ou clássica, uma peça brasileira e uma de livre escolha. A maioria dos participantes é da cidade do Rio de Janeiro, e o concurso contou com jovens músicos de outros municípios brasileiros, como Guararema (SP), Lucélia (SP), Jacareí (SP), Ipatinga (MG), Vila Velha (ES), Londrina (PR) e Florianópolis (SC). O concurso recebeu estudantes de projetos sociais, como os nove candidatos de São Pedro da Aldeia (RJ), que representaram, em várias categorias, o Projeto Jovens Pianistas Aldeenses.

Para uma das maiores autoridades do piano no Brasil, a pianista e professora Marcilda Clis, concretizar um concurso deste porte no Rio de Janeiro, no atual momento em que passa a cidade, foi uma importante realização. Marcilda é responsável pela formação de músicos brasileiros reconhecidos no país e no exterior, inclusive formou muitos professores da Escola de Música Villa-Lobos, como o próprio diretor Carlos Belém. Para ela, ser convidada para compor a mesa de jurados do I Concurso Nacional de Piano foi um importante feito em sua vasta carreira, repleta de tantos outros concursos:

— Sempre sou convidada como jurada de concursos nacionais, nas realizações de máster classes para professores e alunos. Tenho um trabalho específico na preparação do jovem instrumentista. Desde que trabalhei nesta escola [de Música Villa-Lobos], sempre foi meu ideal realizar um concurso de piano. Não imagina a minha alegria em ser convidada para ser jurada. E nas dificuldades que nosso Rio de Janeiro está passando, realizar um concurso de piano, só na ideia da realização, já é um sucesso – diz a professora, que hoje atua em projetos de musicalização em comunidades de risco do Rio de Janeiro.

PREMIAÇÃO

Todos os participantes ganharam certificados. Os primeiros lugares foram convidados para participar de concerto na Sala Cecília Meireles, além de gravar um CD com as músicas avaliadas. Os segundos e terceiros lugares também participam da gravação deste CD. A coordenadora do Concurso, pianista e professora da Escola de Música Villa-Lobos, Nely de Alencar, explica que a premiação:

— A premiação é extensa, podendo haver empates e haverá possivelmente menções honrosas para cada categoria. Os candidatos serão estimulados e valorizados, e, além disso, valorizam-se também as suas instituições de ensino e seus professores – diz a professora do Curso Formação Musical, que idealizou o concurso junto com o professor e maestro Leandro Gregório e a produtora cultural, Gláucia Sundin.

Para o diretor da Escola de Música Villa-Lobos, Carlos Belém, o I Concurso Nacional de Piano representa uma consistente política de fomento à expansão do ensino da música de concerto, que envolve, incentiva e motiva toda uma rede de agentes e atores culturais, como, músicos, professores, educadores e estudantes:

— Este I Concurso Nacional de Piano da Escola de Música Villa-Lobos é mais uma iniciativa no sentido de revelar ao público novos talentos musicais, divulgar o precioso trabalho que professores de música vêm desenvolvendo em todas as partes do país, integrar as instituições nacionais de ensino e ratificar nossa escola como um dos mais profícuos equipamentos culturais do Estado do Rio de Janeiro e, por que não, de todo o Brasil – diz o diretor, que desde o início de sua gestão expôs como meta a ocupação dos espaços culturais da cidade com projetos musicais da Escola de Música Villa-Lobos.

O I Concurso Nacional de Piano da Escola de Música Villa-Lobos tem sua idealização e coordenação por Nely de Alencar, Leandro Gregório e Gláucia Sundim. A produção é de Gláucia Sundim.

 

SERVIÇO:

I Concurso Nacional de Piano da Escola de Música Villa-Lobos
Dia 25 de julho (terça) – 10h (3o turno) e 15h30 (4o turno)
Dia 26 de julho (quarta) – 9h e 14h30 (5o turno)
Dia 27 de julho (quinta) – 10h (1o turno) e 11h (2o turno)
Local:
Auditório Guerra-Peixe (capacidade 50 lugares)
Escola de Música Villa-Lobos
Rua Ramalho Ortigão, 9, Centro, Rio de Janeiro – RJ
Entrada franca com senhas distribuídas com uma hora de antecedência
Classificação livre
Informações:
www.villa-lobos.rj.gov.br

 

PERFIS DO CORPO DE JURADOS
I CONCURSO NACIONAL DE PIANO DA ESCOLA DE MÚSICA VILA-LOBOS

Luiz Senise

Luiz Senise é uma das maiores referências do piano brasileiro, elogiado pela crítica internacional por sua interpretação de Debussy e Liszt no Carnegie Recital Hall, em Nova York. Discípulo de Elzira Amábile, aperfeiçoou-se com Jacques Klein, Arnaldo Estrella e Magda Tagliaferro, e teve também estudos internacionais na Áustria, Suíça e França, é mestre em música pela Universidade Musical de Paris e pela UFRJ. Vem ministrando centenas de cursos públicos e masterclasses destinados à reciclagem de professores e alunos. Dentre outros feitos, foi orientador artístico, organizador, membro e presidente de júri em importantes concursos nacionais e internacionais de piano e música de câmera e coordenador de projetos na EM/UFRJ e na FUNARTE/MEC.

Maria Tereza Soares

Maria Tereza Soares é uma pianista de destaque entre os nomes do piano brasileiro, tendo sido coordenadora de importantes festivais, como o Festival de Música Russa e o Festival de Música das Américas. Participou do júri de concursos nacionais de piano, como o Concurso Arnaldo Estrela (MG), Concurso Nacional de Governador Valadares (MG), Concurso Nacional Lorenzo Fernandez (RJ), dentre outros. Foi laureada em diversos concursos nacionais, como o Concurso para Jovens Solistas da OSB e o VIII Concurso Nacional de Piano (RS). Com uma formação oriunda do Conservatório Brasileiro de Música e da Academia de Música Lorenzo Fernandez, Maria Tereza aperfeiçoou-se na Hochschule für Musik de Leipzig (Alemanha). Concluiu o mestrado na Escola de Música da UFRJ, onde integrou a classe do renomado pianista Jacques Klein. Em suas atividades como recitalista e camerista destacam-se apresentações em importantes salas de concerto do Brasil e exterior, além de gravações para rádio e televisão. Como solista atuou sob a regência dos maestros Isaac Karabtchewsky, Pablo Komlos, Nelson Hack entre outros. Desde 1999, vem realizando diversos concertos em duo com o violoncelista Paulo Santoro.

Marcilda Clis

Marcilda Clis é uma das maiores autoridades do piano brasileiro, responsável pela formação de diversos músicos dos mais variados instrumentos. Professora da Escola de Música da UFRJ com formação nesta mesma instituição, deu aulas de teoria e percepção musical na Escola de Música Villa-Lobos, onde formou muitos dos atuais professores. Leva em seu currículo a participação em importantes eventos, como o Encontro Internacional de Pianistas, no Conservatório de Tatuí (SP), e no corpo de jurados de concursos por todo país, como o Concurso Nacional de Araçatuba (SP). Organizou eventos de intercâmbios internacionais para divulgação da música brasileira em países como Rússia, França, Colômbia e Bolívia. Com a Escola de Música Villa-Lobos, levou 80 alunos à França, nas montanhas de Bellegard e Sevrés, e trouxe 80 músicos franceses para se apresentar nas cidades de São Paulo e no Rio de Janeiro. Foi professora de piano e percepção musical também no Conservatório de Música (RJ), na Universidade Estácio de Sá (RJ), na Faculdade Carlos Gomes (SP), e na EMESP (SP). Integra projetos sociais de musicalização, como a Orquestra Jovem do Brasil, da Ação Social pela Música, que realiza prepara para orquestras jovens moradores do Morro dos Macacos e em outras comunidades em processo de pacificação.

Marina Spoladore

Marina Spoladore é uma jovem pianista paranaense que conquistou lugar de destaque entre os pianistas brasileiros por seus mais de 30 prêmios em concursos nacionais e internacionais. Somada à sua formação no Bacharelado na UFRJ e mestrado em Musicologia na UNIRIO, Marina teve seu aperfeiçoamento na escola superior de Karlshure, Alemanha. Frequentemente convidada para importantes salas de concerto do país e festivais, como a Bienal de Música Contemporânea do Rio de Janeiro, e como solista à frente de orquestras como a Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, Orquestra Sinfônica Brasileira e Orquestra Sinfônica da USP. Além de solista, Marina desenvolve trabalhos camerísticos. É integrante do grupo PianOrquestra, que explora as diversas possibilidades do piano preparado, e vem se apresentando em países como Noruega, Suécia, Holanda, Canadá, Chile e Argentina, além de percorrer todo o Brasil.

Miguel Proença

Miguel Proença é diretor da Sala Cecília Meireles, ex-diretor e professor da Escola de Música Villa-Lobos, professor-adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, e professor convidado da Universidade de Música de Karlsruhe, Alemanha. É um pianista de renome internacional que figura no “Wall of Fame” da Steinway&Sons em Hamburgo, também na Alemanha. Miguel realizou projetos de disseminação de concertos pianísticos por centenas de cidades brasileiras, nas turnês “Piano Brasil” e “Piano Itinerante”, entre os anos de 2005 e 2016; levou o piano brasileiro ao mundo, como na turnê internacional Piano Brazil in the World, que contou com apresentação no Carnegie Hall, em Nova Iorque, e em festivais europeus; lançou a coletânea em 2005 “Piano Brasileiro” pela Biscoito Fino, considerada pela UNESCO como “Patrimônio da Música Brasileira”; também em 2006, lançou o disco “Tango” com a cantora Bibi Ferreira, que ganhou o prêmio de melhor disco de língua estrangeira no Prêmio TIM de Música Brasileira.

 

PROGRAMA

Dia 25 de julho

3º Turno (13 a 15 anos) – 10 horas

1- Emanuel Levi G.Barbosa (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. O Cravo Bem Temperado
   E. NAZARETH. Odeon
   CHOPIN. Valsa Op 64, nº 1
2- Erickson Coutinho S. Filho (Rio de Janeiro/ RJ)
   BEETHOVEN. Hoffnungs – Walzer
   F. VIANNA. Negrinha
   SCHUMANN. Knecht Ruprecht
3- Gil Roseiro Peijnenburg (Florianópolis – SC)
   BACH. Prelúdio e Fuga (Bb)BWV866
   F. MIGNONE. Serenada Humorística
   CHOPIN. Estudo (F)
4- Giovana Iorio (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Minueto (G)
   C. SANTORO. Paulistana nº 1
   R. VANDALL. Prelúdio nº 7 (Bm)
5- Ingrid R. Uemura (Guararema – SP)
   MOZART. Sonata (F) – 1º mov. (Allegro)
   VILLA-LOBOS. O Cravo Brigou com a Rosa
   E. MACDOWELL. Hexentanz (Witches Dance)
6- Jordan Alexander G. R. Pereira (Ipatinga – MG)
   HAYDN. Sonata HOBXVIQ/49, nº3 – 1º mov.
   VILLA-LOBOS. A Branquinha
   LISZT. Pharafrasis de Rigoletto de Verdi
7- Kedma Accioly Favero (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Prelude BWV929
   F. MIGNONE. Dança Campestre
   S. HELLER. Estudo Op47, nº2
8- Luiza Freitas Costa (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. O Cravo Bem Temperado – Prelúdio (C)
   E. NAZARETH. Odeon
   BEETHOVEN. Sonata ao Luar – 1º mov.
9- Maria Clara Kovalhuk (Curitiba – PR)
   BACH. Cravo Bem Temperado nº 1
   VILLA-LOBOS. Zangou-se o Cravo com a Rosa
   E. GISMONT. Maracatú
10- Vinícius Bispo Leandro (Lucélia – SP)
BACH. Sinfonia 8
M. NOBRE. Frevo
MENDELSSOHN. Rondo Capriccioso

4º Turno (13 a 15 anos) – 15h30

1- Amanda de Carvalho (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Solo Per il Cembalo
   VILLA-LOBOS. Nesta Rua Tem Um Bosque
   SCHUMANN. Kind im Einschlummern
2- Constanza Maria Reis Mariano (Rio de Janeiro/ RJ)
   BEETHOVEN. Sonatina (G) – Moderato
   F. MIGNONE. Pequena Valsa de Esquina
   D. KABALEVSKY. Toccatina
3- Ernesto David Pari Loaiza (Rio de Janeiro/ RJ)
   MOZART. Rondo Alla Turca
   E. NAZARETH. Apanhei-te Cavaquinho
   R. NEWMAN. You’ve Got a Friend in Me
4- Gabriela Breda Guimarães (Rio de Janeiro/ RJ)
   BEETHOVEN. Sonatina (G) – 1º mov.
   F. MIGNONE. A Boneca Doentinha
   E. SATIE. Gymnopedie nº 1
5- Jennifer Alexandra Gomes R. Pereira (Ipatinga – MG)
   BACH. Prelúdio e Fuga nº 9 – BWV 854
   VILLA-LOBOS. Bachianas Brasileiras nº 4 – 3 partes
BRAHMS. Klavierstucke Op.76, nº 1
6- Lukas Reule (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. O Cravo Bem Temperado – Prelúdio 2
   E. NAZARETH. Romance
   LISZT. Liebestraüme
7- Mateus Restani Furtado (Jacareí – SP)
   BEETHOVEN. Sonata (E) Op. 14, nº1
   F. MIGNONE. 6 ½ Prelúdios
   CHOPIN. Estudo op. 10, nº1
8- Matheus Henrique da Silva (Curitiba – PR)
   BACH. Prelúdio e Fuga nº13, BWV 858
   GUARNIERI. Ponteio nº24 – “Tranquilo”
   CHOPIN. Mazurca, op. 24, nº 3
9- Paula Rubia Bianchi (Vila Velha – ES)
   MOZART. Marcha Turca
   VILLA-LOBOS. Bachianas Brasileiras nº 4 – Prelúdio
   E.NAZARETH. Odeon
10- Paulo Rúben G. Barbosa (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. O Cravo Bem Temperado – Prelúdio XV
   E. NAZARETH. Apanhei-te Cavaquinho
   CHOPIN. Noturno Op.9, nº 2
11- Pedro Blundi d'Avila (Petrópolis – RJ)
   HAYDN. Sonata (Eb) HOB.XVI.49 – 1º mov.
   GUARNIERI. Ponteio nº 49
   SCHUMANN. Arabesque Op. 18
12- Sarah Sousa T. de Araujo (Rio de Janeiro/ RJ)
   D. SCARLATTI. Sonata (A) k. 208
   VILLA-LOBOS. Bachianas Brasileiras nº 4 – Prelúdio
   MENDELSSOHN – Canção sem Palavra Op. 53, nº 2
13- Thiago Rodrigo F. Alves (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Invenção nº 4
   VILLA-LOBOS. O Polichinelo
   S. JOPLIN. Maple Leaf Rag

DIA 26

5º TURNO – 9 HORAS E 14H30

1- Amanda Kohn Soares (Rio de Janeiro/ RJ)
   HAYDN. Sonata (F) Hob. XVI 23 – 1º mov.
   M. NOBRE. Tango
   SCHUBERT/LISZT. Auf dem wasser zu singen
2- Amanda Neves Tavares (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Invenção nº 9
   F. GONZAGA. Gaúcho
   MENDELSSOHN. Hunting-song Op.19, nº3
3- Andréa Nesi dos Santos (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Prelúdio e Fuga nº 12 (Fm)
   E. NAZARETH. Escorregando
   CHOPIN. Noturno (Cm) Op.48, nº 1
4- Daniel Teixeira S. Tolome (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Invenção nº 4
   E. NAZARETH. Odeon
   DEBUSSY. Prelúdio nº 1
5- Felipe Olivé Novellino (Rio de Janeiro/ RJ)
   BEETHOVEN. Sonata “Patética” Op.13
   VILLA-LOBOS. Impressões seresteiras
   RACHMANINOFF. Prelúdio (G) Op.32 Nº5
6- Gabriel Dargains Gonzaga (Rio de Janeiro/ RJ)
   HAYDN. Sonata Nº 22 1º Mov.
   VILLA-LOBOS. Estudo Op.31 “Ondulando”
   LISZT. Romance
7- Gabriel de Oliveira Ferreira (Belo Horizonte – MG)
   BEETHOVEN. Sonata Op. 2, nº3 (Allegro com Brio)
   VILLA-LOBOS. Dança do índio Branco
   LISZT. Valsa Mefisto nº 1
8- Gabriel França de Oliveira (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Prelúdio e Fuga (G#m) BWV 863
   A. NEPOMUCENO. Noturno
   SCHUMANN. Novellette Op. 21, nº 8
9- Henrique Peixoto Rabelo (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Partita 3 BWV 827
   VILLA-LOBOS. À procura de uma agulha…
   CHOPIN. Balada Op.52, nº 4
10- João Victor Almeida Arantes (Itaguaí – RJ)
   MOZART. Sonata (A) K331 (Tema e Variações)
   E. NAZARETH. Odeon
   GUARNIERI. Dança Negra
11- Matheus Antônio de Oliveira (Juiz de Fora – MG)
   BEETHOVEN. Sonata Op.31, nº2. 1º mov.
   VILLA-LOBOS. Valsa da dor
   LISZT. Sposalizio (Anos de peregrinação/2º ano, Itália)
12- Matheus Marques Constante (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Toccata (G) BMW 916
   F. MIGNONE. Valsa da Esquina
   RAVEL. Une Barque sur L´ocean
13- Pedro Flores de Souza e Silva (Rio de Janeiro/ RJ)
   MOZART. Sonata (D) K 576
   F. MIGNONE. Serenada Humorística
   BRAHMS. Intermezzo Op. 116 nº 4
14- Pedro Henrique Izar de Souza (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Sinfonia nº 7, BWV 793
   E. NAZARETH. Resignação
   MOZART. Sonata nº 9 (Allegro com spirito)
15- Raminson dos Santos do Carmo (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Sinfonia (G ) BWV 792
   M. NOBRE. Frevo para piano Op.43
   E.NAZARETH. Fon-Fon
16- Stefano D´Angelo de A.V.B. Bravo (Rio de Janeiro/ RJ)
   BACH. Tocata (Cm) BWV 911
   VILLA-LOBOS. Impressões seresteiras
   LISZT. Balada Nº2
17- Suellio Brendo S. Almeida (Rio de Janeiro/ RJ)
   BEETHOVEN. Sonata Op.90 Mov.1
   F. MIGNONE. Seis prelúdios – nº 1, 3 e 6
   LISZT. Vallée d´Obermann. (Anos de peregrinação/1º ano: Suisse)
18- Thiago Leme Marconato (Londrina – PR)
   A. DIABELLI. Sonatina Op. 168 Nº1
   A. NEPOMUCENO. Galhofeira
   N. P. CAMARGO/Arr. H. Gomes. Vá carregar piano

DIA 27 DE JULHO

1º TURNO – 10 HORAS

1- Alice Dalcin Teixeira (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BURGMULLER. Arabesque
   MASCARENHAS. Férias na Espanha
   SCHMOLL. Confidence
2- Ana Clara Andrade S. Costa (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. Musette
   A. SOUZA LIMA. Gavota
   H. Van GAEL. Tarantelle Op. 65
3-Angel da Silva (São Pedro da Aldeia – RJ)
   F. BEYER. Escola Preparatória Op. 101
   MASCARENHAS. Prelúdio
   SCHMOLL. La Premiére Valse
4- Enzo Martins Gomes (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. Minueto
   L. FERNANDEZ. Caçando Borboletas
   MASCARENHAS. Os Soldadinhos do Rei
5-Isaque A. da Silva (Belford Roxo – RJ)
   BACH. Prelúdio em Ré menor BWV926
   L. FERNANDEZ. Suíte da Boneca – Yayá brincando
   SCHUMANN. Melody op.68
6- Iuri da Silveira (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. Prelúdio nº 3
   Z. ABREU. Tico-tico no Fubá
   CHOPIN. Prelúdio Op.28 nº4
7-Lanxin Zhong (Rio de Janeiro – RJ)
   MOZART. Canzonetta
   F. MIGNONE. Brinquedinho Japonês
   LISZT. Liebestraum
8-Samara Oliveira da Silva (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. Minueto nº 3
   MASCARENHAS. Prelúdio – Para Mamãe
   SCHMOLL. Rose (Mazurca) Op.50, nº 1

2º TURNO – 11 HORAS

1- Bianca Fiorella Pari Loaiza (Rio de Janeiro – RJ)
   C.P.E. BACH. Polonaise
   R. MIRANDA. Valsa Só
   J.S. SCHOLZE. Dance Song (Speronts)
2- Bruno Neves de Egidio (São Pedro da Aldeia – RJ)
   C.P.E. BACH. Solffegieto
   F.M. da SILVA. Hino Nacional Brasileiro
   Mme De GALOS. Le Lac de Come
3- Eduarda Reis Mota (Rio de Janeiro – RJ)
   BACH. II Sechs Kleine Praludien
   L. FERNANDEZ. Fogueiras de São João
   VILLA-LOBOS. Garibaldi foi à missa
4- Marcos Reule (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. O Cravo Bem Temperado – Prelúdio 5
   E. NAZARETH. Odeon
   CHOPIN. 7ª Valsa Op.64, nº 2
5- Maria Eduarda O. Ribeiro (São Pedro da Aldeia – RJ)
   BACH. O Cravo Bem Temperado – Prelúdio 1
   E. NAZARETH. Apanhei-te Cavaquinho
   BEETHOVEN. Pour Elise
6- Nicole de Almeida Adler (Rio de Janeiro – RJ)
   GURLITT. Sonatina III
   E. NAZARETH. Odeon
   C.P.E. BACH. Solfeggietto
7- Salvatore Fabrizio M. V. D'Itria (Rio de Janeiro – RJ)
   F. KUHLAU. Sonatina Op.20, nº 1
   C. SANTORO. Peças Infantis nº 4
   KABALEVSKY. Toccatina
8- Victor Diniz M. V. Cavalcanti (Rio de Janeiro – RJ)
   BACH. Minueto (G)
   A. REBELLO. A Menininha da Rosa
   R. VANDALL. Prelúdio (F)