Heitor Villa-Lobos

Por Nathaly Avelino.

Heitor Villa-Lobos, grande mestre da música clássica e patrono da Escola de Música Villa-Lobos, faria aniversário neste 05 de março. Carioca, do bairro de Laranjeiras, iniciou sua carreira profissional ainda menino, aos 12 anos.

Expoente da música do modernismo no Brasil o instrumentista, regente e também professor de música participa em 1922 da Semana da Arte Moderna, no Teatro Municipal de São Paulo e apresenta suas músicas, repleta de elementos das culturas regionais brasileiras, tendo os elementos indígenas e folclóricos como influência direta.

Foi através do apoio de Carlos Guinle que Villa-Lobos conseguiu levar sua música ao mundo e pelo Brasil, realizando uma turnê por sessenta e seis cidades brasileiras apresentando seu trabalho em 1924,  ano onde ele também apresenta a ” Cruzada do Canto Orfeônico” no Rio de Janeiro.

Suas composições são muitas, com destaque para os choros e para as composições Cair da tardeTrezinho, EvocaçãoMiudinho,Melodia sentimentalQuadrilhaO canto do uirapuru e Bachianas brasileiras . A melodia do “Trezinho” recebeu letra do poeta brasileiro Ferreira Gullar.

Durante sua vida recebeu 24 títulos do Instituto da França. Era membro da Academia de Belas Artes em Nova Iorque e Comendador da Ordem de Mérito do Brasil. Recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Nova Iorque, e o de fundador e primeiro presidente da Academia Brasileira de Música.

Convidado por Anísio Teixeira, então Secretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro, organiza e dirige a Superintendência de Educação Musical e Artística (SEMA), introduzindo o ensino da música e do canto coral nas escolas.Em 1942, cria o Conservatório Nacional de Canto Orfeônico, cujos objetivos são: formar candidatos ao magistério orfeônico nas escolas primárias e secundárias; estudar e elaborar diretrizes para o ensino do canto orfeônico no Brasil; promover trabalhos de musicologia brasileira; realizar gravações de discos etc.

Heitor Villa-Lobos faleceu no Rio de Janeiro, no dia 17 de novembro do ano de 1959.