FINA BATUCADA INTEGRA HOMENAGEM À RAINHA DO CONGO NA CASA FRANÇA-BRASIL

A Fina Batucada, grupo representativo da Escola de Música Villa-Lobos, dirigida pelo Mestre Riko, participou da homenagem em recepção à rainha Diambi Kabatusuila, governante do povo Bena Tshiyamba de Bakwa Indu, da República Democrática do Congo, nesta segunda-feira, 11 de março, na Casa França-Brasil.

A Escola de Música Villa-Lobos e a Casa França-Brasil são espaços da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa / Funarj.

A homenagem começou com as boas-vindas do secretário de cultura e economia criativa, Ruan Fernandes Lira. Além da Bateria Fina Batucada, a cerimônia contou ainda com cânticos sagrados da Nação Kongo-Angola e dos indígenas Weena Tikun; o lançamento do livro “Índios na Cidade do Capital – Indígenas em Contexto Urbano na Cidade do Rio de Janeiro em Tempos de Barbárie”, de William Berger; um debate com o tema sobre etno-empreendedorismo e resistência étnica; além de desfile de moda étnico-racial de diversos povos indígenas e africanos.

A rainha congolesa estava em turnê pelo Brasil, chegando ao Rio de Janeiro antes de passar por Salvador e Belo Horizonte. Sua turnê se empenha em valorizar e restaurar a identidade africana, presente na cultura brasileira em vários setores, como a linguagem, culinária, música, dança, medicina e religiosidade. O Congo faz parte dos países de origem bantu, primeira etnia africana escravizada e enviada para o Brasil na Era Colonial.