03102014 - EMVL_site (41)A Escola de Música Villa-Lobos abre inscrições para o curso gratuito de Áudio Básico. O curso será ministrado pelo professor Alexandre Freitas e irá apresentar aos alunos todos os caminhos da técnica de som, desde os elementos de acústica até o funcionamento dos dispositivos eletrônicos utilizados em espetáculos e gravações ao vivo.

Com um enfoque prático diante de situações reais no Auditório Guerra-Peixe, os alunos irão produzir a sonorização de grupos da própria Escola de Música Villa-Lobos.

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

A seleção é feita por entrevista individual.

 

Público:
Músicos e entusiastas de áudio, com pouca ou nenhuma experiência.

Objetivos:
No final do curso, o aluno deverá ser capaz de:

– Conhecer e identificar materiais para isolamento acústico;
– Conhecer os dispositivos eletrônicos utilizados em áudio;
– Conhecer conexões e cabeamentos;
– Conhecer e utilizar as técnicas de áudio em apresentações ao vivo;
– Conhecer e utilizar as técnicas de gravação em apresentações ao vivo.

Duração:
64 horas
4 horas por dia / uma aula por semana
Total: 4 meses
Início: 28 de março de 2016

Turmas*:
Turma A – 2º feira
Turma B – 4º feira
Horário: das 18h às 22h

*10 vagas por turma, sendo 10 nomes na lista de suplência.
Vagas limitadas

Processo de seleção: entrevista
Pré-requisito: maiores de 18 anos com Ensino Médio completo ou em curso
Observação: não serão aceitas faltas não justificadas no primeiro mês do curso.

 

PROGRAMA DAS AULAS

Som, Audição e Acústica

Aula 1:
– Som, fenômeno físico e percepção subjetiva;
– Geração e propagação do som: ondas;
– Propagação ao ar livre;
– Acústica de interiores;
– Audição e prática com instrumento.

Aula 2:
– Como ouvimos;
– O decibel (dB);
– Percepção auditiva;
– Som, ruído e barulho;
– Audição e aplicação prática.

Aula 3:
– Princípios de tensão e corrente elétrica;
– Impedância;
– Ligações em série e em paralelo;
– Dimensionamento de cabos;
– Proteção de circuitos;
– Circuitos eletrônicos analógicos e digitais;
– Faixa dinâmica: sinal e ruído;
– Dimensionamento de sistemas;
– Transdutores: microfones e alto-falantes;
– Audição e aplicação prática.

Aula 4:
– Pré-amplificadores, mixers e mesas de som, direct-boxes e amplificadores para instrumentos;
– Equalizadores e filtros;
Crossovers;
– Amplificadores;
– Caixas acústicas e projetores de som;
– Audição e aplicação prática.

Aula 5:
– Compressores e gates;
Reverb e delay.

Práticas e técnicas de sonorização

– Mapa de palco, rider e input list;
– Microfones, escolha e posicionamento;
– Princípios de mixagem;
– Eliminando a microfonia com equalizadores;
– Usando compressores e gates;
– Áudio digital, formatos e aplicação;
– Usando reverb e delay;
– Audição e aplicação prática.

Aula 6:
– Montagem e alinhamento de Monitor, PA e sistema de gravação para apresentação ao vivo.
– Audição e aplicação prática.

Aulas 7 a 16:
– Prática intensiva.

Professor:

ce2587_42e9c64aca1196cfce0338f55692873b.png_srz_p_281_378_75_22_0.50_1.20_0Alexandre Freitas é professor do Curso Técnico de Áudio da Escola de Música Villa-Lobos com vasta experiência no ramo de sonorização. Destaques para a produção no disco “In my life”, em 1998, em que foi técnico de gravação de orquestras sinfônicas ao vivo em projeto em homenagem aos Beatles. Foi técnico de som do Projeto Pixinguinha, fez a mixagem do disco “Galo Preto – 30 anos”,  sonorizou o Projeto Aquários, fez a técnica de som do álbum vencedor do Prêmio Shell “Homenagem a Paulo César Pinheiro”, também o Concerto Praça da Liberdade, em Petrópolis, com a Orquestra Sinfônica Brasileira, Meninas Cantoras e Coral de Petrópolis; gravou para Maurício Tapajós e Daúde, Zeca Pagodinho, fez a sonorização do Sarau Republicano – “A música na República de Getúlio”, no Museu da República, foi técnico de som de diversos espetáculos na Sala Cecília Meirelles, produziu os “100 anos de Cartola, na Sala Funarte, também o “Jobim in Concert”, em Brasília com participações de Ney Matogrosso, Zé Renato e Roberta Sá, dentre tantos outros trabalhos.